Resultados da pesquisa para fraudes

Analfabetos compram carta de condução por 4 mil euros
Pagavam entre 2.500 a 4.000 euros e tinham uma carta de condução na mão. Era desta forma que os analfabetos ou pessoas que nunca frequentaram escolas de condução obtinham uma carta para circularem na estrada. Esta foi uma rede criada em 2004 e só no ano passado foi desmantelada pela Polícia Judiciária, indica o Jornal de Notícias.

Eram analfabetos ou nem sequer frequentavam uma escola de condução, mas andavam na estrada legalmente. Isto porque existia uma rede de 107 pessoas e nove empresas
Lorenzo:
Lorenzo Carvalho fez saber, ontem, através das redes sociais, que tem muitas dívidas. "Nos últimos meses, a minha situação financeira foi muito difícil. Não soube gerir bem os meus rendimentos e acabei por ficar a dever centenas de milhares de euros aos meus funcionários, parceiros e fornecedores", revelou o empresário brasileiro. Lorenzo, de 22 anos, pede desculpa a quem deve e faz a promessa: "Estou a tentar pagar a todas estas pessoas mas não está a ser fácil. Espero que todos me perdoem. No
Reforma de Salgado superior a 900 mil euros
Ricardo Salgado vai ter uma reforma anual superior a 900 mil euros por ano, acrescida de um seguro de Saúde Vitalício. No último relatório do governo das sociedades do Banco Espírito Santo (BES), as regras inscritas ditam que a pensão a atribuir corresponde à «soma do valor da remuneração fixa anual auferida no último ano de exercício de funções, com a média das remunerações variáveis auferidas durante todo o tempo em que o referido administrador desempenhou funções de administração executiva n
Narciso Miranda simula roubo para ganhar iphone
Narciso Miranda fez queixa na PSP para ter um aparelho iphone mas continuava a usar o telemóvel que dizia ter sido roubado. Como presidente da Associação de Socorros Mútuos de S. Mamede Infesta foi-lhe dado um telemóvel. Menos de um ano depois, Narciso Miranda apresentou queixa para que lhe fosse dado um aparelho mais novo, lê-se na acusação do Ministério Público ao ex-autarca, citada pelo "Correio da Manhã".

O ex-presidente câmara de Matosinhos está também acusado de peculato, abuso de conf
Restaurante do Parque Eduardo VII foi entregue pela câmara a uma empresa sem actividade
Concessão daquele que veio a ser o restaurante Eleven foi ganha em 2001 por uma empresa que se registou nas Finanças na véspera do concurso. Empresa pertencia a dois filhos de um ex-ministro e ex-grão mestre da Maçonaria. Concorrentes preteridos eram dois grandes empresários de restauração.

Normal é o único qualificativo que não se pode aplicar à forma como decorreu o processo através do qual a Câmara de Lisboa concessionou o direito de construir o restaurante de luxo inaugurado em 2004 no J
Passos Coelho recusou ajudar Ricardo Salgado
A notícia foi antecipada ao início desta tarde pelo Observador. O Expresso conhece todos os pormenores da história, que vai contar detalhadamente na edição de amanhã do semanário.

Este pedido de apoio não se relaciona com o banco (BES), mas sim com a área não financeira do grupo (GES). O elevado nível de endividamento destas "holdings", que têm capitais próprios negativos, levou Ricardo Salgado a pedir a Pedro Passos Coelho que apadrinhasse a concessão créditos ao GES por um sindicato bancá
Minipreço sob investigação
Os supermercados Minipreço estão na ‘mira’ das autoridades. A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) já abriu 11 processos-crime contra DIA Portugal, dona dos supermercados, e uma denúncia já foi enviada ao Departamento Investigação Ação Penal (DIAP)

Além dos 11 processos-crime haverá também 32 processos contraordenacionais “relativos a crimes e infrações diferenciadas, entre as quais especulação e vendas com prejuízo”, segundo o que uma fonte oficial da ASAE terá confirmado ao
Deco desaconselha compras no site ClubeFashion
A Deco desaconselhou esta sexta-feira compras "online" no "site" ClubeFashion, que diz ser alvo de "inúmeras" queixas de consumidores e informou que já pediu a intervenção da ASAE.

"Recebemos inúmeras reclamações. Em causa está o incumprimento dos prazos de entrega e de reembolso das encomendas. Desaconselhamos as compras neste 'site'", afirma a associação de defesa dos consumidores DECO em comunicado divulgado esta sexta-feira.

Segundo a legislação em vigor, os consumidores têm 14 dias p

Notícia.net é um portal de notícias colaborativas, onde quem decide quais as notícias que serão publicadas é você. Participe adicionando notícias e votando para que as novas notícias sejam publicadas na página principal.