Resultados da pesquisa para fraudes

Fotografam as facturas da luz para fazer contratos em seu nome
Não deixe que fotografem as suas faturas. Estão a enganá-lo. A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos recebeu, em 2014, cerca de 15 mil queixas dos consumidores. Na origem das reclamações estão condições contratuais, opções de tarifário, interrupção do fornecimento dos serviços, qualidade do serviço comercial, acesso à rede, entre outros.

O jornal Público dá conta de práticas enganosas que estão ser levadas a cabo no processo de angariação de clientes no setor da energia.

A mesma pu
Espírito Santo e Amorim apanhados no SwissLeaks: mas o maior cliente português é uma milionária desconhecida
O Grupo Espírito Santo e Américo Amorim estão na lista do Swissleaks. Mas o cliente português que tinha mais dinheiro no HSBC na altura que está sob investigação é uma senhora desconhecida, de Vila Real. Os dados foram hoje revelados pelo site angolano "Maka Angola ", numa notícia assinada pelo jornalista Rafael Marques, considerado persona non grata pelo regime angolano. Segundo as suas fontes, Sílvia Ruivo Caçador, do distrito de Vila Real, tinha 252,7 milhões de dólares (223 milhões de euros
Ladrões criam falso banco e angariam 30 milhões de euros
Um falso banco que parecia exactamente como uma instituição financeira credível funcionou durante um ano na cidade de Nanjing (China). Nesse período, o "banco" roubou dos seus depositantes o equivalente a 30 milhões de euros. Para atrair novos clientes, o falso banco oferecia um juro semanal de 2% para o dinheiro investido. Cerca de 200 pessoas caíram no golpe, de acordo com o "South China Morning Post", acreditando que os funcionários e o gerente que trabalhavam no local eram realmente bancári
Um dos maiores banqueiros do mundo banido depois de apanhado a viajar de comboio sem bilhete
É um dos maiores banqueiros do mundo, mas foi apanhado a andar de comboio sem bilhete. Jonathan Paul Burrows acabou por ser banido da sua atividade profissional por não ter cumprido a lei, em Londres, Inglaterra. Os fiscais de serviço apanharam, na estação de Cannon Street, em Londres, o responsável por uma das maiores gestoras de fundos de investimento do mundo a viajar sem bilhete.

Ao que parece, era prática de Jonathan Paul Burrows andar de comboio sem pagar devidamente por isso. Diariame
Duarte Lima condenado a 10 anos de prisão
Duarte Lima foi hoje condenado a 10 anos de prisão no caso Homeland. O tribunal também deu como provados os crimes de burla qualificada e branqueamento de capitais. Outros quatro arguidos foram também condenados. O filho, Pedro Lima, foi absolvido (em atualização). O ex-líder parlamentar do PSD foi condenado a seis anos pelo crime de burla e a sete por branqueamento de capitais, tendo ficado em 10 anos por cúmulo jurídico.

Duarte Lima era acusado de burla, branqueamento de capitais e abuso d
PGR investiga Menezes, Câmara de Gaia confirma buscas efectuadas pela PJ
A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou hoje estar a investigar casos relacionados com o ex-autarca de Gaia, Luís Filipe Menezes, adiantando que “até ao momento não foram constituídos arguidos”. Em resposta escrita enviada à Lusa, fonte oficial da PGR referiu que “a matéria objeto de notícias hoje publicadas encontra-se em investigação e está em segredo de justiça”.

A Câmara de Gaia confirmou hoje à Lusa que a Polícia Judiciária (PJ) fez buscas a “vastos documentos” da autarquia e
Fundação Magalhães foi extinta em 2011 mas continua a gastar
Ainda que a sua extinção tenha sido anunciada há três anos, a fundação Magalhães continua em atividade e, desde então, foram celebrados 18 contratos no valor de quase meio milhão de euros, segundo o i. Decorria o mês de setembro de 2011 quando o Governo anunciou a extinção da Fundação para as Comunicações Móveis (FCM).

No entanto, três anos passados, a fundação Magalhães, como é conhecida, continua em atividade. De acordo com o jornal i, desde essa data foram celebrados 18 contratos no valor
Apanhados nas armadinhas da Segurança Social
Uma conta bancária bloqueada sem aviso e indevidamente durante semanas e uma resposta que surgiu oito meses depois. Os serviços de atendimento da Segurança Social (SS) tratam milhões de pedidos por ano, mas não trataram bem Luísa Metello, 28 anos, professora e artista plástica. Trabalhadora a recibos verdes, informou-se na Segurança Social e foi abrindo e fechando actividade para não ultrapassar o limite a partir do qual teria de fazer descontos. Tudo corria bem, até Outubro do ano passado, qua

Notícia.net é um portal de notícias colaborativas, onde quem decide quais as notícias que serão publicadas é você. Participe adicionando notícias e votando para que as novas notícias sejam publicadas na página principal.