500 compradores de carros usados vão ter que entregar os carros
As vendas efetuadas desde 2010 pelo grupo NG Car, de Serzedo, Vila Nova de Gaia, estão a ser passadas a pente fino pelos inspetores da PJ do Porto, no âmbito da operação ‘60 Segundos’, que levou à detenção de oito homens. Estima-se que 500 carros tenham sido transacionados de forma ilegal, embora os compradores não tivessem conhecimento. Ainda assim, devem ficar sem os veículos e sem o dinheiro.

Restará aos lesados processar o stand propriedade de Álvaro Bernardino – referenciado há vários anos pelas autoridades policiais por crimes violentos, mas que só anteontem foi detido, pela primeira vez. Além de ‘Álvaro de Coimbrões’, como é conhecido, mais sete comparsas foram detidos. É o núcleo duro do grupo responsável pela maioria de furtos e roubos de carros topo de gama no Norte. Mas a rede também usava veículos importados acidentados – as seguradoras estrangeiras pagavam um valor aos donos, que depois vendiam os carros a baixo preço aos falsificadores. Estes reaproveitavam-nos com peças de outros e vendiam-nos. Os livretes eram destruídos.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?