Acusada de esmagar sobrinho emagrece 376 quilos
Em janeiro de 2012, Mayra Rosales foi julgada sob acusação de assassinato ao ter supostamente esmagado acidentalmente um sobrinho quatro anos antes. O advogado de defesa conseguiu a absolvição sustentando que Mayra era "muito gorda para matar". À época, a cliente pesava 466 quilos.

Jaime Rosales, irmã e mãe da criança morta, acabou sendo condenada pelo crime. Durante o processo, Mayra chegou a admitir culpa, "para não deixar os outros filhos de Jaime sem mãe". Mas, ao ver a irmã abusando das outras crianças, ela mudou de ideia e acusou Jaime.

Após ser absolvida, Mayra começou um processo de transformação. Ela passou por cirurgias e foi submetida a uma rigorosa dieta alimentar. Quase dois anos depois, a americana exibe peso de 90 quilos:

Mayra agora é estrela do documentário "Half-ton Killer: Transformed" (Assassina de meia tonelada: Transformada), que será exibido em dezembro na TLC.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?