Beppe Grillo sugere que a Alemanha invada a Itália
Numa entrevista hoje publicada pelo jornal alemão 'Bild, Beppe Grillo, humorista italiano e lídder do Movimento 5 Estrelas (M5E), defendeu uma invasão alemã da Itália para que o seu país possa ter, finalmente, homens políticos honestos e competentes nos principais cargos do Estado italiano.

Questionado pelo jornal sobre a classe política italiana, a quem classificou como mafia e que ainda ontem foi fortemente criticada pelo Presidente italiano reeleito, Giorgio Napolitano, de 87 anos, Grillo afirmou que "ficaria bastante feliz com um desembarque alemão em Itália" para assim dotar o país "de gente honesta, competente e profissional nos principais cargos".

"No nosso Parlamento, ainda há 30 deputados que foram condenados por crimes graves e delitos", disse Grillo, cujo movimento ficou em terceiro lugar nas eleições legislativas antecipadas de 24 e 25 de fevereiro em Itália.

Desde então, os principais partidos não conseguiram chegar a acordo sobre a formação de um novo Governo em Itália. Ao ponto de não se entenderem também sobre a eleição de um novo Presidente para o país, obrigando Giorgio Napolitano a recandidatar-se, tornando-se o primeiro chefe do Estado italiano repetente.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?