Condutor que arrastou cão pelas ruas já foi identificado
A PSP já sabe quem é o condutor da carrinha que, há três semanas, arrastou um cão acorrentado ao para-choques, em Vila Real, e o abandonou no parque do Lidl.

No momento da fuga, duas estudantes da Universidade de Trás-os-Montes anotaram a matrícula e forneceram-na à PSP. Segundo o comissário Soares, do comando da PSP de Vila Real, esses dados já foram fornecidos ao veterinário municipal, tribunal e à Sociedade Protetora dos Animais.

"Depois de identificado o veículo, a investigação seguiu no sentido de identificar o condutor e de produzir prova para o incriminar", esclareceu.

Nesta altura, o processo encontra-se com o veterinário municipal, que depois o encaminhará para a Direção-Geral de Veterinária, que é a entidade que punirá o responsável. "À luz da nossa Lei, um animal é uma coisa e, como tal, o máximo que pode acontecer ao condutor é uma coima", explicou o comissário, esclarecendo que "deverá rondar os 500 euros". Segundo a legislação, a multa pode ir até aos 3640 euros "mas, por norma, o Estado aplica o valor mínimo", elucidou.

Entretanto, Sparky, assim foi batizado pela enfermeira que o salvou, já saiu do Hospital Veterinário da UTAD e ficou com Ana Beatriz Loureiro. Graças ao Facebook, Ana angariou muitos amigos e também dinheiro suficiente para pagar as despesas hospitalares do animal. No final do tratamento, se sobrar algum, Ana Beatriz vai doá-lo a uma instituição escolhida pelos amigos da rede social.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?