Decote agita política dinamarquesa
Nikita Klæstrup, uma militante conservadora dinamarquesa de 20 anos, optou por usar um vestido decotado na festa dos 110 anos da Juventude Conservadora do seu país e está a dar que falar um pouco por todo o mundo. A jovem já reagiu às notícias que se têm dado sobre o seu longo e decotado vestido preto e admitiu que a aparência pode ajudar a conquistar popularidade, até mesmo na política. "Não podemos ignorar o facto de que vende. Existe um foco natural na aparência das mulheres. É simplesmente assim", explicou Nikita Klæstrup ao ‘University Post’, jornal da Universidade de Copenhaga. Quem visitar o Instagram da militante conservadora pode mesmo encontrar várias fotos suas em poses sensuais.

Apesar da polémica, Nikita Klæstrup acrescentou que vai continuar a vestir-se da mesma forma nas próximas festas. As declarações que prestou ao jornal universitário abriram um debate em redor do seu vestido ousado. Enquanto uns defendem que é um sinal do aumento do poder das mulheres na sociedade, outros acreditam que Nikita apenas interiorizou o machismo.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?