Duas crianças conseguem 1 milhão de likes que o pai tinha exigido para terem um cãozinho
A página "Twogirlsandapuppy" no Facebook é mais uma prova de que campanhas em redes sociais, realmente, podem funcionar. Duas irmãs, provocadas pelo pai, ouviram que só teriam um cãozinho se conseguissem um milhão de “likes” em suas fotos publicadas na rede social. Criaram então a fanpage na última terça-feira (15), contaram a história e conseguiram um engajamento impressionante na web, alcançando a meta em menos de sete horas.

Nem mesmo as meninas esperavam que o sucesso fosse ser tão rápido e foram dormir logo depois de fazerem a postagem. Mas o pai delas ficou acordado e foi justamente ele quem percebeu o sucesso que a página estava fazendo. Ele foi postando no Facebook durante a madrugada e admitiu que não esperava de jeito nenhum a repercussão enorme que a foto teve, mas se disse feliz pelas meninas.

“Ainda estou maravilhado com a atenção que isso está tendo. Essa página aqui começou como uma ideia aleatória em uma conversa com as meninas hoje à tarde. Sinceramente, não esperava que fosse explodir assim, mas está sendo divertido assistir”, escreveu.

Primeiramente, a marca de um milhão de “likes” foi alcançada separadamente, somando 700 mil curtidas na foto de perfil da página e 300 mil em outra publicação feita um pouco depois. No entanto, algumas horas depois, quando a família já comemorava o feito e o pai dizia que estava tentando acordar as meninas para contar a novidade, a foto de perfil por si só também chegou a um milhão de curtidas.

“Mamãe e papai estão oficialmente chocados. Vamos ter cinco crianças surpresas de manhã”, completou o pai orgulhoso.

Agora, resta saber se a página vai continuar sendo atualizada com notícias do novo animalzinho, que segundo a própria família, não será comprado, mas sim adotado de algum lar de animais abandonados. Até a publicação dessa matéria, a foto de perfil do “Twogirlsandapuppy” já tinha quase dois milhões de “likes”.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?