Esteve cinco anos morta sentada no carro na garagem
Uma norte-americana foi encontrada morta dentro do carro, na sua própria garagem. Os investigadores concluíram que Pia Farrenkopf, do Michigan, EUA, morreu em 2009, aos 44 anos, mas o estado de decomposição era tão elevado que não foi possível determinar as causas do óbito. As autoridades afirmam que há dois cenários possíveis: ou foi alguma circunstância médica, ou auto-infligido. Os registos médicos mostram que a mulher fumava um maço de tabaco por dia e bebia regularmente. Tanto os cigarros como uma garrafa de álcool foram encontrados junto à mulher, dentro do carro. Apesar de ter 11 irmãos, Pia Farrenkopf era uma pessoa solitária. "Às vezes ficávamos anos sem ouvir nada dela", confessou Jean LeBlan, uma das irmãs.

E foi por esta razão que não acharam estranho quando, em 2012, ligaram a informá-la da morte da mãe e Farrenkopf não atendeu. Os pagamentos da hipoteca da casa eram automaticamente retirados da sua conta, o que não levantou suspeitas até esta deixar de ter dinheiro. O jornal Detroit Free Press avança que dois construtores, contratados para reparar um buraco na casa, é que descobriram o corpo de Pia Farrenkopf. Já em 2005, as autorirades fizeram uma busca à casa após os vizinhos dizerem que não a viam há um mês. O gato e o cão foram resgatados, mas não havia sinais de Farrenkopf estar na casa, e nem nunca foi buscar os animais ao abrigo.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?