Indivíduo alegadamente ligado ao atentado de Boston não sobrevive a interrogatório do FBI
Agentes do FBI mataram um indivíduo que estavam a interrogar em Orlando, Florida, no quadro da investigação sobre o atentado na maratona de Boston, em abril, e sobre eventuais ligações do suspeito abatido a um dos irmãos envolvidos no ataque, Tamerlan Tsarnaev.

O suspeito foi abatido durante o interrogatório a que estava a ser submetido, no momento em que alegadamente teria tentado atacar um dos agentes do FBI, segundo notícias surgidas em diferentes media dos Estados Unidos, que citam fontes daquela agência federal.

O morto, de nome Ibragim Todashev, estava a ser interrogado por alegada "ligação" a um dos irmãos Tsarnaev, Tamerlan, e a sua atitude inicial era de "cooperação", refere a NBC, citando fonte do FBI.

A partir de certo ponto, Todashev começou a exibir um comportamento mais agressivo, e acabou por tentar agredir um agente. Este, no "exercício das suas funções", disparou então sobre o suspeito, que veio a falecer devido aos ferimentos sofridos.

Um porta-voz do FBI confirmou posteriormente a ocorrência, sucedida terça-feira à noite (madrugada de quarta-feira em Portugal) em Orlando, na Florida, e anunciou a abertura de um inquérito.

Os irmãos Tsarnaev foram os responsáveis pelo atentado no final da maratona de Boston, a 15 de abril, que provocaram a morte de três pessoas e 264 feridos. Tamerlan e Dzhokhar Tsarnaev foram posteriormente identificados pela polícia, tendo o primeiro perdido a vida e o segundo sido capturado.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?