Investigação às chamadas de valor acrescentado na TV
"Mil euros estão garantidos, mas pode ganhar muito mais"; "Eu pegava já no telefone"; "Pode juntar os mil euros a outro tanto e quem sabe ganhar o jackpot"; "Já imaginou o que fazia com este dinheiro? Pagar uma dívida, a água, a luz..."

Os argumentos dos apresentadores das televisões são muitos para levar o espectador a ligar para números de valor acrescentado começados por 760. E não há programa de entretenimento que não tenha um. Mas os prémios não são em dinheiro - o que não é claramente percetível em todos - e os regulamentos preveem programas sem vencedor. A Entidade Reguladora da Comunicação Social já está a investigar duas queixas contra estes concursos.

"A ERC informa que recebeu duas queixas relativamente a este tema, encontrando-se os processos em fase de instrução", disse ao DN Joana Pizarro, chefe de gabinete do Conselho Regulador. E remete mais explicações para quando a decisão final for divulgada.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?