Jiadista twitou todas as localizações por acidente
Um combatente neozelandês do Estado Islâmico divulgou a sua localização precisa, por acidente, ao publicar mensagens no Twitter com a georeferenciação ligada. As mensagens foram entretanto apagadas, mas foi feito um mapa com os locais onde esteve, na Síria. União Europeia terá serviço contra propaganda jiadista
Apesar de estar sob restrições de movimentação e vigilância dos serviços de informação do país, Taylor conseguiu chegar à Síria e publicou na Internet uma imagem com o passaporte queimado, como demonstração do compromisso com os jiadistas. "A minha localização atual é a Síria e o meu compromisso é com Alá e o seu Mensageiro", explicou num vídeo do YouTube.

Também ativo no Twitter, o neozelandês não se apercebeu que, inadvertidamente, estava divulgar publicamente a sua localização exata. Para corrigir o erro, o jiadista apagou os twits, mas uma organização canadiana, a Ibrabo, conseguiu estabelecer um mapa das movimentações de Taylor, entre Kafar Roma e a cidade de Al Tabqah. As informações eram tão precisas, que foi possível perceber em que casa esteve entre 3 e 10 de dezembro.

A coragem e dedicação à causa do Estado Islâmico é que parece estar a desvanecer, já que Taylor tentou pedir, em setembro, a emissão de um novo passaporte, mas ainda não obteve resposta, revela o "The Guardian".


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?