Lesão cerebral de Schumacher foi causada por uma GoPro
O jornalista francês Jean Lous Moncet revelou, esta segunda-feira, que a lesão cerebral de Michael Schumacher foi causada pela câmara GoPro que tinha no capacete, escreve o New York Post. A revelação do repórter causou uma queda de 10% nas ações da GoPro. Jean Lous Moncet é dos poucos jornalistas que mantém contacto próximo com a família de Schumacher após o acidente que o piloto de Fórmula 1 sofreu no final do ano passado.

O repórter francês obtém informações sobre o estado de saúde de Schumacher mas nunca se pronunciou sobre tal. Até hoje. Segundo o New York Post, Moncet revelou – em entrevista à rádio Europe 1 – que a lesão cerebral sofrida pelo heptacampeão foi causada pelo posicionamento da câmara GoPro que usava no capacete enquanto esquiava nos Alpes Franceses.

“A lesão de Michael não foi causada por qualquer golpe numa pedra, mas pela câmara Go Pro. O problema de Michael não foi exatamente o acidente, mas a câmara GoPro que tinha na sua cabeça, que feriu o seu cérebro”, disse o jornalista.

A posição em que a câmara se encontrava poderá justificar o facto de o capacete do piloto se ter partido em dois na altura do embate.

O estado de saúde de Schumacher continua a ser delicado, embora o alemão já se encontre em casa e junto da família. Uma das mais recentes informações avançadas sobre o antigo piloto revela que tem em sua casa uma extensa equipa médica para ajudar a sua mulher nos cuidados de saúde.

As ações da GoPro ações foram esta segunda-feira 'esmagadas' após as declarações do jornalista francês. Segundo o Business Insider, a queda fixou-se nos 10%.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?