Menino de 11 anos desiste de lutar contra o cancro
Menino de 11 anos desiste de lutar contra o cancro
Reece Puddington é uma criança de 11 anos a quem foi diagnosticado, em 2008, um cancro raro. A sua história comoveu milhares de pessoas que seguem a sua página no Facebook e o seu blogue. Agora, seis anos depois, o menino anunciou que vai desistir dos tratamentos e “deixar a natureza seguir o seu curso”.

Em 2008, Reece Puddington, que vive em Kent, no Reino Unido, foi diagnosticado com um tipo de cancro raro, um neuroblastoma. Desde então, e com a ajuda da mãe, criou um blogue e uma página no Facebook onde partilha a sua história com os seus seguidores.

Na semana passada, a criança de 11 anos não recebeu boas notícias. Os médicos disseram-lhe que já não havia nada a fazer, pois o tumor estava em fase terminal.

Agora só lhe restavam duas hipóteses: continuar a fazer tratamentos que lhe vão causar os mais variados efeitos secundários ou, então, nada fazer.

E foi a segunda hipótese que o menino e a família escolheram: “Simplesmente não fazer nada, ficar em casa e deixar a natureza seguir seu curso", escreveu. Na sua página do Facebook, o menino explicou o que o levou a decidir pôr um fim no ciclo de tratamentos.

"Nos últimos 5-6 anos, a minha mãe sempre esperou ter a coragem de saber quando fosse a hora de dizer basta. Depois de muito analisar, a minha mãe pensou que se fosse por ela, continuaria a levar-me aos tratamentos porque não me queria deixar partir, mas que se fosse por mim, me deixaria partir. Bem, está a deixar-me partir”, escreveu numa publicação intitulada 'O início do fim'.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?