Morreu a duquesa de Alba
Morreu esta quinta-feira a duquesa de Alba. O estado de saúde da aristocrata tinha-se agravado nos últimos dias e a presença de amigos e familiares na sua residência, durante o dia de ontem, levou a que a imprensa espanhola se reunisse à porta do palácio de la Dueñas, em Sevilha. Cayetana Fitz-James Stuart tinha 88 anos.

A notícia era já esperada em Espanha depois de, durante todo o dia de ontem, filhos, netos e amigos próximos da duquesa se terem dirigido à sua residência, o palácio de la Dueñas, em Sevilha, para aquele que, segundo a imprensa espanhola, seria o adeus à aristocrata.


A morte da duquesa foi confirmada, esta manhã, pelo alcaide de Sevilha: “Dona Cayetana sempre teve Sevilha no seu coração e, portanto, permanecerá no coração de Sevilha. Descanse em paz”, lê-se na revista Hola. A duquesa estava acompanhada pelo seu marido, Alfonso Diez, e pelos seus filhos.

Embora o estado de saúde de Cayetana Fitz-James Stuart, de 88 anos, se tenha agravado nos últimos dias, resultado de uma infeção pulmonar, o “desejo expresso” da sua família levou a que a duquesa tivesse alta hospitalar e fosse levada para casa, sob o devido acompanhamento de uma equipa médica de cuidados intensivos.

Ao final do dia de ontem, o filho Cayetano disse à TVE que a duquesa encontrava-se "com respiração assistida" e que “se estava a apagar” aos poucos, expressando a gravidade da situação de saúde da espanhola. Segundo a ABC, alguns dos seus órgãos vitais já estariam a falhar.

Sem adiantar pormenores, a imprensa espanhola revelava ao longo do dia de ontem que Cayetana estava inconsciente e que a visita do padre jesuíta Jiménez Sánchez-Dalp, seu confessor pessoal, tinha acontecido para que recebesse a extrema-unção.

A chegada de várias garrafas de oxigénio ao palácio fez soar, ainda mais, os alarmes entre a imprensa espanhola, que se juntou à porta de casa da duquesa. Segundo a ABC, estiveram presentes cerca de 50 jornalistas, fotógrafos e reportes de imagem.

A duquesa de Alba, de 88 anos, esteve internada de domingo a terça-feira no hospital Quirón Sagrado Corazón, na sequência de uma infeção pulmonar.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?