Mourinho abandona Madrid pela porta pequena
A Junta Diretiva do Real Madrid deverá rescindir em reunião prevista para a tarde de hoje o contrato com José Mourinho, caído em desgraça após uma época em que apenas ganhou um título menor, a Supertaça de Espanha.

Na pior época da sua carreira, conforme o próprio já admitiu, o treinador português culminou o alegado ciclo de provocações planeadas ao ausentar-se da cerimónia da entrega de medalhas no final da Taça do Rei.

A desfeita ao Rei Juan Carlos, que perplexo viu o adjunto Aitor Karanka assumir o lugar de Mourinho na cerimónia, deixou "lívido" Florentino Pérez e também Angel Villar, presidente da Real Federação Espanhola.

Segundo escreve hoje o "El País", o "desplante" de Mourinho deverá levar Florentino Pérez, apupado pelos adeptos, a despedir "de imediato" o técnico que foi a sua escolha pessoal e a quem defendeu durante toda a época, mesmo contra a vontade dos jogadores e associados.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?