Obesidade pode ter os dias contados
Os cientistas já descobriram como controlar os neurónios que comandam o nosso apetite. As experiências só foram feitas, para já, em animais. Mas resultaram. Está dado o primeiro passo para erradicar a obesidade. Para já, só foram realizadas experiências com animais, mas já se especula se resultaria nos humanos. Um estudo publicado na 'Science', uma das mais prestigiadas revistas científicas, provou que é possível controlar o comportamento alimentar da cobaia preferida dos cientistas, os ratos.

A experiência foi realizada com a ajuda da optogenética, uma área da neurociência que combina a ótica e a genética. Através desta técnica, os neurocientistas conseguiram isolar a contribuição de neurónios específicos, neste caso neurónios de uma zona da amígdala e do hipotálamo lateral, que regulam o comportamento alimentar. Através do controlo da atividade destes neurónios, foi possível alterar o comportamento alimentar dos ratos.

Ao introduzirem sensores de luz em neurónios de uma zona da amígdala dos animais, uma região do cérebro altamente associada às emoções, e iluminando depois as projeções destes neurónios no hipotálamo lateral, relacionado com a sensação de fome, foi possível definir um circuito neuronal de regulação do comportamento alimentar.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?