Reformado ludibria mulheres e convence-as a posarem nuas online
Dizia que era uma celebridade nacional, pertencente ao mundo artístico, para seduzir e convencer mulheres a despirem-se através de câmaras online.

A PJ anunciou esta quinta-feira a sua detenção, tendo concluído a investigação e remetido o caso para o Ministério Público.

O arguido tem 64 anos é casado e reformado, estando acusado de crimes de ameaça e devassa da vida privada, além de gravações de fotografias ilícitas e falsidade informática.

Recorrendo às redes sociais, nomeadamente o Facebook, o Hi5 e o MSN, o suspeito convencia as vítimas a posarem sem roupa e em posições eróticas, usando métodos enganosos. Depois, de acordo com a PJ, ameaçava as mulheres de divulgar as imagens comprometedoras, que obtinha através das câmaras web.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?