Simone de Oliveira, vítima de maus tratos, pensou matar o marido
Simone de Oliveira completou 77 anos esta quarta-feira, 11 de fevereiro, dia em que foi revelada publicamente no programa ‘Queridas Manhãs’, transmitido na SIC, uma parte dolorosa do seu passado. A cantora e atriz, que se casou muito nova, foi vítima de violência doméstica por parte do seu primeiro marido. "Tinha 19 anos, estava casada há muito pouco tempo quando fugi. Fugi porque não era aquilo que eu queria.", afirmou Simone de Oliveira. "Aconteceram coisas muito graves, como bater-me, quase tentar matar-me. Não era o que eu tinha visto na casa dos meus pais e dos meus avós, e por isso resolvi fugir dali.", acrescentou.

O episódio negativo da sua vida amorosa deixou-lhe marcas, mas muitas delas foram esquecidas pela mulher considerada um ícone feminino em Portugal. "Existe um enorme buraco negro na minha cabeça. Só me lembro de estar no quarto dos meus pais e de lhes contar tudo, tudo… A minha mãe ficou muito mal, esteve doente durante seis meses e eu pensava: Se a minha mãe morrer agora, eu mato-o!", contou Simone a uma audiência que não esperava ouvir tal revelação. O primeiro casamento durou apenas três meses.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?