Um dos maiores banqueiros do mundo banido depois de apanhado a viajar de comboio sem bilhete
É um dos maiores banqueiros do mundo, mas foi apanhado a andar de comboio sem bilhete. Jonathan Paul Burrows acabou por ser banido da sua atividade profissional por não ter cumprido a lei, em Londres, Inglaterra. Os fiscais de serviço apanharam, na estação de Cannon Street, em Londres, o responsável por uma das maiores gestoras de fundos de investimento do mundo a viajar sem bilhete.

Ao que parece, era prática de Jonathan Paul Burrows andar de comboio sem pagar devidamente por isso. Diariamente, o diretor da BlackRock recorria a uma ‘marosca’ para não pagar o bilhete por completo (pouco mais de três euros) por entrar de comboio na capital britânica.

Feitas as contas, ao longo dos anos foram mais de 50 mil euros que ficaram indevidamente no bolso de Jonathan Paul Burrows.

A descoberta do crime fez com que fosse banido da sua atividade profissional. Afinal, alguém com uma posição tão importante nos serviços financeiros deveria ser um exemplo.

“Sempre reconheci que o que fiz foi idiota. Pedi desculpas a todas as partes envolvidas e reiterei o pedido de desculpas publicamente. No entanto, o tamanho da punição dá uma perceção distorcida do tamanho do erro que cometi”, reagiu o visado, citado pela imprensa internacional.


Quem votou nesta notícia



Recomendado para si
Gostou desta notícia?